A prática de Jesus tem sua expressão-síntese no gesto memorial da última ceia. Os artigos desta revista estabelecem a correlação entre o sacramento da Eucaristia e a prática de Jesus ao anunciar o Reino. Daí advém a necessidade de a catequese da celebração deste sacramento conduzir o catequizando diretamente a este horizonte, uma vez que a ritualidade eucarística explicita a entrega pascal do Senhor e a liturgia celebra os mistérios que envolvem sua vida.

Seguir em direção à Eucaristia implica trilhar o caminho da Boa-Nova do Reino, numa sociedade permeada de novas relações. Nada mais falso do que uma catequese que ignore este sacramento como celebração (memorial) do sacríficio do Senhor, resultante de sua rejeição como Filho de Deus, com uma justiça que superou a Lei e recuperou os excluídos de todos os tempos.

A partir de uma equilibrada visão teológica do sacramento será possível estabelecer itinerários educativos da fé coerentes com a prática deste sacramento.