As celebrações do catecumenato dos adultos

Antonio Francisco Lelo

A propriedade do método catecumenal consiste em articular três expressões do mesmo e único mistério: anunciar, celebrar e viver. A catequese interage com as celebrações litúrgicas e ambas buscam o mesmo fim: que o catequizando integre a fé na vida. Ou seja, as celebrações fazem parte do método, celebrar não é opcional. Daí o catecumenato ter uma expressão mais orante, com tempo dedicado exclusivamente para se rezar em comum.

Relembrando, há três celebrações de passagem: entrada no catecumenato, inscrição do nome e a Vigília Pascal. As três celebrações dos escrutínios são muito expressivas e acontecem na celebração dominical com ampla participação da comunidade. Também as celebrações de entrega do Creio e do Pai-Nosso poderão ser bem destacadas. Outras já dependem do andamento do grupo, como: unção com óleo e éfeta.

Vale a pena destacar o valor da interação pedagógica da catequese com estas celebrações. A comunidade se sentirá mais responsável com aqueles que ela tomou contato ao longo de sua formação e também retomará seu caminho batismal que, certamente, dura a vida inteira. A cada celebração, o catequizando se coloca diante de Deus e da comunidade para expressar sua conversão e adesão, e para receber a graça que o torna sempre mais íntimo do Senhor e da comunidade de seus irmãos na fé.

A celebração litúrgica torna-se o lugar por excelência de escuta da Palavra. A Igreja percebe a necessidade de exaltar a importância da Palavra de Deus na vida da comunidade. Trata-se de uma de suas preocupações: a de apresentar uma maneira de levar o povo a melhor ouvir o que Deus quer comunicar. Nós nos constituímos Igreja pelo acolhimento do anúncio da Palavra e pela escuta. Mas uma escuta que leve à ação. A escuta deixa marcas, enriquece a vivência espiritual, amadurece o conhecimento dos desafios.

Ao traçar o itinerário catequético do grupo, os catequistas irão contemplar tais celebrações, sem precisar alterar o ritmo celebrativo da comunidade. O importante é analisar como estas celebrações enriquecem a experiência de fé dos catequizandos; por isso advém a necessidade de prepará-las com antecedência e a participação de todo o grupo. O Ritual de Iniciação Cristã de Adultos oferece tais esquemas e facilmente se pode segui-lo.